O projeto OPTIMA: Melhorar o tratamento contra o cancro com inteligência artificial e Real World Data

Banner proyecto Optima
Pantallas proyecto OPTIMA

A União Europeia e a indústria farmacêutica, através da IMI (Innovative Medicines Initiative), lançaram o projeto OPTIMA, com o ambicioso objetivo de revolucionar o tratamento contra o cancro na Europa. A missão do OPTIMA é conseguir que todos os pacientes tenham acesso a um tratamento individualizado que aproveite os mais recentes avanços tecnológicos.

Para isso, será criada uma plataforma para o acesso distribuído e a exploração de dados em massa procedentes de uma extensa rede de hospitais europeus. O projeto tem um orçamento de 21,3 milhões de euros e conta com a participação de 36 entidades europeias, líderes na luta contra o cancro.

Esta plataforma aplicará mecanismos de inteligência artificial sobre dados RWD (Real World Data) para responder às questões mais importantes da investigação em cancros de mama, próstata e pulmão, especialmente aquelas em que a evidência atual é fraca ou não se encontra coberta por guias médicas. Um dos aspetos chave é o uso de tecnologias para aceder e treinar algoritmos de inteligência artificial em contextos distribuídos, cumprindo o Regulamento Europeu de Proteção de Dados (RGPD) com garantias.

A plataforma conta atualmente com 200 milhões de registos nos três tipos de cancro, o que converte OPTIMA numa das iniciativas melhor preparadas e mais ambiciosas, neste campo de investigação, a nível mundial.

No âmbito do projeto, a GMV é responsável pelo acesso, gestão e harmonização dos dados, trabalhando em conformidade com o standard OMOP, assim como do desenho da Plataforma e extração de informação complexa usando tecnologias de Processamento de Linguagem Natural.

Somar esforços e vontades

O consórcio OPTIMA é liderado conjuntamente pelo Prof. Dr. James N'Dow, da Associação Europeia de Urologia e pelo Dr. Hagen Krüger, diretor médico de Oncologia da Pfizer Alemanha.

Em declarações do Prof. N'Dow, «o principal objetivo do OPTIMA é aproveitar o potencial da IA para permitir que os profissionais de saúde ofereçam a atenção personalizada ótima para cada paciente com cancro de próstata, mama e pulmão. Este é um objetivo ambicioso que todo o consórcio está dedicado a conseguir, aproveitando a diversidade de conhecimento e experiências dos membros que o integram. Trabalhando juntos esperamos conseguir melhoras significativas na atenção do cancro».

Por seu lado, o Dr. Krüger realçou que, «apesar de a atenção médica ter começado a aproveitar a IA para melhorar o tratamento dos pacientes com cancro, ainda existe um imenso potencial sem explorar para integrar estas ferramentas de próxima geração nos modelos de atenção e tomada de decisões. Esperamos que o OPTIMA seja um impulsionador chave no desenvolvimento de tratamentos personalizados que reconheçam as necessidades individuais de cada paciente».

O Dr. Pierre Meulien, diretor executivo da IMI comentou também sobre o OPTIMA que «o projeto reúne especialistas de uma vasta gama de disciplinas e organizações. Portanto, está em boa posição para oferecer resultados que poderiam acelerar o uso da inteligência artificial na atenção de pessoas com cancro».

Javier Téllez, Innovation Manager de Secure e-Solutions da GMV sublinhou que «o OPTIMA está na vanguarda da inovação sanitária na Europa e a GMV aplicará toda a experiência obtida na sua participação em projetos relevantes de investigação sanitária como EHDEN, PIONEER ou Harmony nesta primeira etapa». Concretamente, «o nosso objetivo é ir ainda mais além do conseguido até agora e facilitar o acesso a conjuntos de dados em massa de forma segura e distribuída, para extrair o maior partido das ferramentas de Inteligência Artificial e analítica preditiva, até agora limitadas pelo acesso tão restrito a dados de qualidade que se teve». Uma coisa que devemos também destacar é que a plataforma OPTIMA «se poderá utilizar para outros tipos de cancros e a evidência gerada irá facilitar a implementação de políticas sanitárias eficientes».

O projeto OPTIMA procura melhorar o tratamento para os cancros da próstata, mama e pulmão aplicando tecnologias de vanguarda

Sector

Source URL: http://www.gmv.com/comunicacao/noticias/o-projeto-optima-melhorar-o-tratamento-contra-o-cancro-com-inteligencia