GMV entra no grupo das 5 empresas com maior participação nos programas EDIDP

GMV ficou como adjudicatária de sete dos vinte e seis projectos seleccionados pelo Fundo Europeu da Defesa no âmbito da segunda convocatória do Programa EDIDP. O Programa de Desenvolvimento Industrial do Sector da Defesa (EDIDP na sua sigla em inglês) destina-se a melhorar a competitividade da indústria da defesa da União Europeia, contribuindo assim para a sua autonomia estratégica. Conta com um orçamento de 500 milhões de euros para 2019 e 2020 (245 milhões de euros para 2019 e 255 milhões de euros para 2020).

EDIDP

O programa tem como objectivo apoiar os esforços da indústria de Defesa da UE no desenvolvimento de equipas e tecnologias através do co-financiamento da UE. Os sete projectos em que a GMV participa nesta segunda convocatória representam um total de 50,1 milhões de euros, cerca de 27% do orçamento total. Na primeira convocatória, a GMV ganhou quatro dos dezasseis projectos seleccionados, trazendo um total de 155 milhões de euros, mais de 50% do orçamento.

A GMV está mais uma vez a concentrar a sua participação em áreas estratégicas para a empresa, contribuindo com um valor que se revelou essencial para ganhar as propostas e também para melhorar o seu posicionamento internacional em tecnologias-chave. Os projectos adjudicados centram-se no desenvolvimento de capacidades de inteligência artificial, comando e controlo, navegação, espaço e ciberdefesa.

Os bons resultados obtidos na primeira convocatória de 2020 foram fundamentais para que a GMV fosse novamente escolhida pelo Fundo Europeu de Defesa, consolidando o seu historial tanto na Acção Preparatória para a Investigação em Defesa Europeia (PADR) como na convocatória EDIDP de 2019, onde também registou excelentes resultados. No total, entre as duas convocatórias do programa EDIDP, a GMV ganhou 11 projectos, tornando-a a quinta maior empresa da Europa em número de projectos adjudicados.