GMV melhora a gestão dos transportes públicos de Cascais

O Grupo Ruiz contratou à GMV os seus novos sistemas inteligentes para gestão dos transportes públicos da cidade de Cascais (Portugal).

A GMV irá implementar um projecto chave-na-mão que incluirá um sistema de ajuda ao funcionamento (SAE), um sistema de informações ao utilizador (SIU), videovigilância a bordo e um sistema de chamadas de emergência (eCall) para os autocarros do Grupo Ruiz que servem a cidade portuguesa.

Cascais

Quanto ao sistema SAE, a GMV equipará os veículos com o seu sistema REC30, que reunirá as funções de localização e comunicação a bordo, utilizando uma consola TFT como interface do condutor. No centro de controlo do Grupo Ruiz, a GMV fornecerá o seu servidor SAE e um posto avançado de operador para a gestão do sistema. Serão igualmente fornecidos cinco postos de operador adicionais para o município de Cascais, em conformidade com os requisitos da concessão atribuída ao Grupo Ruiz.

O sistema de informações ao utilizador a bordo exibirá informações aos passageiros num ecrã TFT e será ligado aos painéis LED interior e exterior do autocarro. A GMV também fornecerá informações padronizadas para os painéis informativos nas paragens de autocarro que não forem cobertas por aras IP nos autocarros convencionais e 3 câmaras IP nos mini-autocarros. O equipamento este serviço. O sistema de videovigilância irá equipar os autocarros do Grupo Ruiz com 4 câm SAE REC30 a bordo funcionará também como um gravador de vídeo embarcado, em ligação com o software central de videovigilância. Além disso, como periféricos do sistema SAE, estão incluídas algumas funcionalidades anexas relevantes, entre as quais a contagem dos passageiros com sensores nas portas de entrada e saída do autocarro, o que permitirá conhecer o nível de ocupação a todo o momento.

O âmbito do projecto inclui também a implementação de um sistema eCall na mesma frota de autocarros de Cascais. Este sistema irá dar aos autocarros um sistema capaz de estabelecer ligação com o centro de chamadas de emergência 112 em caso de potencial acidente ou a pedido do condutor do autocarro, permitindo aos serviços de emergência reagir imediatamente.