GMV funde su filial britânica com a empresa NSL

LogoGMVNSL

A GMV Innovating Solutions Limited, filial aeroespacial britânica pertencente à GMV, presente nos mercados aerospacial, da defesa, das TIC e dos sistemas inteligentes de transporte, e a Nottingham Scientific Limited (NSL), empresa britânica líder no campo da navegação por satélite e aplicações críticas, subscreveram um acordo de fusão através do qual a GMV passa a ser o único accionista da NSL e é criada a empresa GMV NSL, que passa a estar integrada no conjunto de sociedades da GMV.

Em 2013, e no âmbito da sua expansão internacional, a GMV colocou em marcha um plano estratégico de desenvolvimento de negócio no Reino Unido, que implicava a constituição de uma nova sociedade, operacional no final de 2014. Esta nova filial juntou-se às sociedades filiais e escritórios em Espanha, nos EUA, Alemanha, França, Polónia, Portugal, Roménia, Holanda, Malásia e Colômbia. Localizada no Centro de Inovação Harwell em Oxfordshire, a base de negócio da GMV no Reino Unido encontra-se orientada para as áreas da observação da Terra; a vigilância e o seguimento de lixo espacial; planeamento de missão; dinâmica de voo; navegação, autonomia e robótica. Além da Agência Espacial Europeia (ESA) e da Comissão Europeia (ESA), entre os seus clientes destacam-se a Agência Espacial do Reino Unido (UKSA), o DSTL (Defence Science and Technology Laboratory), a Innovate UK, ASUK, a Satellite applications Catapult ou o STFC (Science Technology Facility Council).

Estabelecida em 1998 e com um sólido e reconhecido historial no desenvolvimento de projectos de alta tecnologia, a NSL é uma PME com sede no Reino Unido e especializada em navegação por satélite e aplicações críticas. Com a sua base de operações em Nottingham, em East Midlands, a NSL desenvolve e oferece serviços, sistemas, soluções e propriedade intelectual baseados no GNSS, assegurando que o posicionamento e a navegação sejam precisos e fiáveis, seguros e protegidos, resistentes e robustos. Entre os seus clientes, destacam-se a Agência Espacial do Reino Unido (UKSA), a Agência Espacial Europeia (ESA), departamentos do Governo do Reino Unido, QuinetiQ, Inmarsat e a Comissão Europeia (CE).

A GMV NSL, que contará com um quadro de pessoal total de mais de 80 empregados, integrar-se-á no grupo de empresas da GMV, que fechou o ano de 2019 com 2176 empregados e uma facturação de mais de 236 M€. A GMV NSL terá capacidade para enfrentar maiores desafios e explorar as oportunidades oferecidas pelo país anglo-saxão, em especial no mercado espacial, tanto na área da navegação por satélite, como no segmento das aplicações, observação da Terra, telecomunicações e novas tecnologias, com o objectivo de consolidar-se como um interveniente relevante no sector espacial britânico.

A qualidade dos equipamentos e o absoluto entendimento entre a GMV e a NSL a respeito de valores corporativos como a excelência tecnológica e a satisfação do cliente, foram elementos-chave na facilitação deste acordo de fusão.