GMV apoia o projecto do Sistema Solar à escala para Ciudad Rodrigo

A associação Astróbriga pôs em marcha o projecto para a construção de um sistema solar à escala na comarca de Ciudad Rodrigo (Salamanca). Trata-se de um primeiro modelo à escala localizado em Espanha e um dos mais completos a nível internacional, com objectivos educativos e de divulgação científica, assim como a promoção da actividade turística neste localidade.

Astrobiga 0

A GMV juntou-se à iniciativa apoiando a sua construção. Torna-se assim a primeira grande empresa a participar directamente no projecto, além de ser a primeira entidade privada de fora da Ciudad Rodrigo a colaborar com o projecto.

Astrobiga I

À imagem e semelhança do nosso sistema planetário, neste projecto reproduzir-se-ão à escala todos os seus elementos. O Sol, com um diâmetro de quase 5 metros será formado por cerca de 2000 peças de latão com a forma de mão. Por sua vez, os planetas e as suas luas, detalhadamente reproduzidas por tecnologia e impressão 3D, flutuarão em monolitos de aço e cristal blindado, dispondo de um sistema de iluminação interna, alimentado por painéis solares, que permitirá visitas nocturnas a este peculiar sistema solar.

A participação da GMV está associada à construção do planeta Marte, cujo monolito terá referência específica a essa colaboração. Além disso, a empresa terá um espaço destacado no painel informativo que se situará debaixo do Sol, onde aparecerão os nomes das empresas, entidades e instituições patrocinadoras, assim como os nomes das pessoas individuais que participarem no âmbito da campanha colaborativa de financiamento que a Astróbriga iniciou sob o nome de «Echa una mano» (Dá uma mão/ajuda) para que os cidadãos também possam contribuir para o projecto.

Além disso, o projecto conta com a subvenção recentemente concedida por parte da Fundação Espanhola para a Ciência e Tecnologia (FECYT), dependente do Ministério da Ciência e Inovação do Governo da Espanha.