Tecnologia da GMV a bordo dos autocarros de Chipre

No âmbito da modernização dos transportes públicos de Chipre, empreendida pela multinacional tecnológica GMV, o Ministro dos Transportes e Comunicações, Marios Demetriadis, pôde ver em pessoa como funciona o sistema de gestão de frotas e de informações aos passageiros a bordo de um autocarro de Nicósia.

Chipre I

O Ministro qualificou este projeto como muito importante para os transportes públicos do país por causa da implementação da telemática e do sistema automático de bilhetes. Trata-se de um sistema que se instalará gradualmente em todas as cidades, melhorando os serviços de transportes públicos para todos os cidadãos.

O sistema encontra-se em fase avançada. Os controlos de todos os sistemas concluíram-se com êxito, assim como as instalações do centro de controlo em todas as empresas de autocarros.

Ao mesmo tempo vai-se avançando na instalação de três dezenas de pontos de venda nas estações centrais, assim como as instalações do sistema em todos os autocarros públicos do Chipre. Atualmente já estão prontos aproximadamente dois terços dos 790 veículos, devendo ficar completadas neste mês de Dezembro as frotas das maiores áreas urbanas de Nicósia e Limassol.

A BORDO COM A ÚLTIMA TECNOLOGIA

Chipre II

A modernização dos transportes públicos empreendida pela GMV inclui o fornecimento, a instalação e a integração de todo o equipamento tecnológico e do software necessário no formato “projeto chave na mão” para a frota dos autocarros dos transportes públicos do Chipre, incluindo o sistema de pagamento integrado, assim como o sistema de gestão de Frotas (SAE) e informações ao passageiro.

Além disso, o sistema contempla um back office central comum, equipamento embarcado diverso segundo o tipo e a utilização do veículo, assim como postos de diversa índole ao longo de toda a ilha.

Graças a esta tecnologia, é possível conhecer-se a localização de cada um dos autocarros através de GPS, dispor de comunicação permanente entre o condutor e o centro de controlo graças ao computador que se encontra a bordo do autocarro, além de trocar informações de todos os tipos, tais como possíveis incidências, horários previstos, serviços do pessoal, etc.

No que diz respeito ao novo sistema de pagamento, será permitido o uso de bilhete em papel, cartões ultralight descartáveis que substituem os tradicionais cartões com código de barras ou banda magnética. Uma forma de pagamento mais rápida, fácil e segura. De referir também o cartão inteligente MIFARE DESFire EV2 recarregável, com tecnologia que garante uma forma de pagamento rápida e segura.

Graças a estes sistemas inteligentes, facultam-se informações aos clientes sobre a hora exata de chegada dos autocarros à paragem. As informações serão dadas a 30 letreiros eletrónicos instalados em estações de autocarros e principais paragens nos pontos centrais das cidades. Outra das vantagens do novo Sistema de Ajuda à Exploração (SAE) é a monitorização e controlo de frotas em tempo real, a utilização de informações históricas relativamente à qualidade do serviço, o ecodriving, o fornecimento de informações ao passageiro em painéis localizados nas paragens e através de uma app que estará pronta em meados de Janeiro de 2018, bem como uma web que já está em funcionamento.