GMV inaugura novos escritórios para acolher o seu centro de autopropulsão e um novo centro CERT.

Desde que a GMV iniciou o seu percurso, em 1984, a sua estratégia baseou-se em dois pilares: a diversificação de produto através da inovação e a expansão estratégica territorial. Nos últimos anos, a abertura de escritórios internacionais como o de Kuala Lumpur, na Malásia, ou o de Darmstadt, na Alemanha, protagonizaram a trajectória da empresa. No entanto, a consolidação da sua posição no âmbito nacional continua a ser uma das suas prioridades, especialmente em zonas como Castela e Leão, comunidade de referência para as áreas de desempenho da GMV.

CyL 0

Por isso, no dia 27 de Novembro, a GMV inaugurou novos escritórios em Valladolid para acolher o novo Centro de Resposta a incidências de cibersegurança e o novo centro de desenvolvimento de software de autopropulsão.

Para esta equipa de Cibersegurança e TIC da GMV, a nova localização significa uma ampliação das suas instalações e a inauguração de um novo Centro de Resposta a incidentes de cibersegurança, a partir do qual se analisará o estado da segurança global das redes e equipamentos, prestando serviços de resposta perante incidentes de cibersegurança e oferecendo assessoria sobre ameaças e soluções de segurança dos sistemas.

CERT

A Equipa de Resposta a Incidências de Segurança (CSIRT, na sua sigla em inglês) que opera neste centro, conta com certificação CERT (Computer Emergency Response Team), outorgada pela Universidade Carnegie Mellon, dos Estados Unidos. A GMV coloca-se assim na vanguarda da prevenção, resolução de incidentes e intercâmbio de inteligência em Cibersegurança, sendo uma das poucas empresas privadas nacionais que conta com esta certificação.

Por outro lado, a região de Castela e Leão é um importante foco tecnológico do sector automobilístico. A equipa de desenvolvimento de software da GMV para auto-propulsão está há anos a trabalhar neste prolífico contexto geográfico, sendo responsável pelo software das TCUs (Unidades Telemáticas de Controlo) que equipam mais de dois milhões de veículos da Renault e da Nissan. Desta maneira, o grupo tecnológico posiciona-se como referência em matéria de telemática, sistemas ITS cooperativos, tecnologias de posicionamento crítico e aplicações do veículo conectado e autónomo. Estas são áreas em que trabalhará nesta recém-estreada localização.

A decisão de concentrar no mesmo local estas duas áreas em que a GMV tem posição de liderança, reflecte a sinergia que existe entre estes dois sectores -- o fornecimento de tecnologia avançada para auto-propulsão e a cibersegurança -- gerando vantagem competitiva.

A GMV, com 33 anos de experiência, experimentou um crescimento de contratação de 32,4% nos úlitmos cinco anos. O arranque dos novos escritórios implica a procura de perfis altamente qualificados, repercutindo positivamente na geração de emprego de qualidade na região.