GMV participa no curso de Cibersegurança de Borredá

As infra-estruturas para o funcionamento dos serviços essenciais de um país passam a ser críticas quando há impacto resultante da possibilidade de serem afetadas por qualquer ataque violento, acidente ou catástrofe natural que cause graves efeitos na sociedade e respetivo contexto. 

Atualmente, todos os relatórios de segurança revelam que é elevado o nível de risco apresentado por este tipo de infra-estruturas e que existe um défice de profissionais altamente qualificados e capacitados para proteger a atividade empresarial. Além disso, as organizações estão cada vez mais conscientes da necessidade de tomar medidas perante este tipo de ameaças que colocam em risco o seu negócio e a sua reputação.

Com o objetivo de formar profissionais que conheçam as medidas necessárias para assegurar a proteção permanente, atualizada e homogénea do sistema de infra-estruturas estratégicas contra as ameaças provenientes de ataques deliberados, a Fundação Borredá organizou a quarta edição do Curso Superior Universitário PICE: Protecção de Infra-Estruturas Críticas e Estratégicas. Trata-se de um curso que, em diferentes aspetos, aprofunda a evolução das ameaças e a análise de riscos, os sistemas de planeamento, a tecnologia e os sistemas de segurança adaptados e específicos para IC, entre outros.

Este curso é ministrado por conferencistas de reconhecido prestígio neste campo, como é o caso de Javier Zubieta, Responsável pelo Desenvolvimento do Negócio de Cibersegurança na GMV Secure e-Solutions, que participou em duas edições anteriores. Na próxima sexta-feira, 3 de Novembro, falará sobre Sistemas de Gestão Integrados dentro do módulo dos Sistemas de Segurança adaptados e específicos para IC.

Informações sobre o Curso Superior Universitário PICE

Javier Zubieta, Responsável pelo Desenvolvimento do Negócio de Cibersegurança na GMV Secure e-Solutions, participa no Curso PICE de Borredá