EAST FCS Forum reúne peritos em protecção de ATMs de todo o mundo

GMV no EAST FCS Forum, o evento que reúne peritos em protecção de caixas multibanco de todo o mundo

Os ataques lógicos a caixas multibanco estão a aumentar em toda a Europa e noutras partes do mundo. Num relatório referente ao ano passado, a EAST (European Association for Secure Transactions) informou que as ciberameaças neste sector alcançaram o seu ponto mais alto em 2016. Os ciberdelinquentes têm-se servido até agora do malware relacionado com ATMs, cartões de crédito clonados e troianos bancários, mas nos últimos anos os ataques diversificaram-se, tornando mais inquietante este problema que cresce pelo mundo. Para executar estes ataques, os criminosos procuram entrar nas redes das instituições financeiras para seguidamente iniciarem um ataque a partir do seu interior. No outro lado do campo de batalha, os peritos em Cibersegurança estão a desenvolver soluções para enfrentar estas ameaças.

O EAST FCS Forum 2017 é um evento dirigido aos profissionais envolvidos na identificação, prevenção e deteção de riscos de cibersegurança e delitos relacionados com caixas multibanco. O evento celebrado em Haya (Holanda) reuniu peritos de todo o mundo para partilharem informações sobre as últimas ameaças e contramedidas do sector financeiro. Além disso, a assistência obteve conhecimentos práticos sobre o que as organizações estão a fazer para combater estes riscos.

checker ATM Security no EAST FCS Forum, o evento que reúne peritos em protecção de caixas multibanco de todo o mundo

A GMV participou como patrocinadora do evento, contando com a assistência de parte da equipa de checker ATM Security, o primeiro produto de software concebido especificamente para proteger as caixas multibanco contra a fraude. Com 10 anos de existência, é actualmente a solução líder para a proteção destes terminais, com mais de 120.000 licenças instaladas em mais de 40 entidades bancárias.

Mais de 20 anos de experiência em cibersegurança fizeram da GMV uma empresa de referência no sector e uma organização especilaizada em identificar, proteger, detetar e responder aos ciberdelitos financeiros.

Estatísticas do informe de EAST: