GMV e UAB desenvolvem "ideias" para proteger a propriedade industrial e intelectual

GMV e UAB desenvolvem "ideias" para proteger a propriedade industrial e intelectual

A GMV, com a colaboração da Universidade Autónoma de Barcelona (UAB) desenvolveu uma solução de software chamada IDEAS, para gestão de patentes. Com esta aplicação web que incorpora a tecnologia aberta do Escritório de Patentes, protegem a propriedade industrial e intelectual dos investigadores e de entidades como a Universitat Rovira i Virgili, a Universidade de Alicante, o Instituto Nacional de Técnica Aerospacial (INTA), o Institut Catalá d'Investigació Química (ICIQ) e a própria UAB.

GMV e UAB desenvolvem "ideias" para proteger a propriedade industrial e intelectual

Tal como reconhece a lei 14/2011 da Ciência, Tecnologia e Inovação, "a criação de conhecimento em todos os âmbitos, a sua difusão e aplicação para obtenção de um benefício social ou económico, são actividades essenciais para o progresso da sociedade espanhola cujo desenvolvimento foi crucial para a convergência económica e social da Espanha no contexto internacional". Nesta linha trabalham universidades e empresas como a GMV, contribuindo com a sua investigação, inovação e desenvolvimento tecnológico, pondo igualmente em prática um dos eixos de acção do Plano da UE -- “Espaço Europeu de Educação Superior" -- cujo objectivo consiste, entre outras coisas, em contribuir para o êxito profissional dos recém-licenciados impulsionando a cooperação entre universidades e empresas.

De acordo com os relatórios sobre o estado da cooperação universidade-empresa em diversos países europeus elaborados pelo centro de investigação Science-to-Business Marketing Research Center da Universidade de Ciências Aplicadas de Münster (Fachhochschule Münster, Alemanha), com o apoio da Direcção Geral da Educação e Cultura da Comissão Europeia, os mecanismos mais desenvolvidos para a colaboração entre universidade e empresa na Espanha são as incubadoras de empresas de base tecnológica (spin-off) e a presença de empresas nos Conselhos Sociais das universidades, ambos acima da média da UE.

Tendo a GMV nascido como spin-off universitária, a colaboração com a universidade encontra-se no ADN da empresa, participando tanto em projectos de investigação como no âmbito da docência. Um dos exemplos de cooperação entre entidades em que participou a empresa é a IDEAS, uma ferramenta para a gestão de patentes concebida como resposta à necessidade da Universidade Autónoma de Barcelona para proteger com agilidade, segurança e simplicidade a propriedade industrial gerada pelos seus investigadores. Esta aplicação gere todo o tipo de propriedade industrial (patentes, oferta tecnológica, direitos de autor, acordos, marcas registadas, EBTs, projectos, know-how, etc.) oferendo informações detalhadas: estado, datas e prazos-chave, informações e documentação legal, assim como a árvore genealógica completa da patente. Ou seja, acompanha o investigador desde que se concebe a ideia até à sua consolidação como oferta tecnológica e comercial.

GMV e UAB desenvolvem "ideias" para proteger a propriedade industrial e intelectual

Se a inovação é o fundamento da evolução, a protecção dos direitos de propriedade industrial, como fez saber o Parlamento Europeu ao promulgar a directiva 2016/943, deve ser garantida pelos organismos competentes. Com esta regulamentação, emitida no passado dia 8 de Junho para a protecção dos conhecimentos técnicos e das informações empresariais não divulgadas (segredos comerciais) contra a sua obtenção, utilização e revelação ilícitas, os Estados-Membros da UE possuem um contexto legislativo harmonizado que contribuirá para fazer da UE uma região económica mais forte e competitiva. Para este objectivo contribuem o conhecimento e a experiência da GMV em matéria de I+D+i, assim como a inovadora proposta para a gestão da propriedade industrial e intelectual IDEAS.

Para mais informações sobre IDEAS assim como para o acesso a uma demonstração da solução, consulte:  http://www.ideas.barcelona