A GMV participa no projecto europeu HeERO de segurança na estrada

Juntamente com países como a Bélgica, a Bulgária, a Dinamarca, o Luxemburgo e a Turquia, a Espanha participa na segunda fase do projecto pan-europeu HeERO (Harmonised eCall European Pilot) por meio do qual se pretende impulsionar a eCall, um novo serviço de segurança na estrada baseado na chamada automática para o número europeu de emergências (112).

O projecto, cofinanciado pela União Europeia (UE) e cujo objectivo consiste em ajudar os respectivos Estados-Membros a preparar a implementação deste sistema para 2015, iniciou o seu trajecto em 2011 com o arranque da sua primeira fase, em que se realizaram testes prévios à implantação da eCall e na qual participaram países como a Croácia, a República Checa, a Finlândia, a Alemanha, a Grécia, a Itália, os Países Baixos, a Roménia e a Suécia.

Na Espanha, o projecto é liderado pela Direcção Geral do Tráfego (DGT). A GMV é uma das empresas participantes no projecto piloto que se implementará em Espanha e para cuja realização serão necessários vários desenvolvimentos que permitam adaptar três segmentos básicos aos padrões europeus definidos. Trata-se dos centros de assistência às emergências (PSAP nas sua sigla em inglês), das redes de telefones móveis e dos equipamenos embarcados nos veículos equipados com eCall (IVS na sua sigla em inglês).

A GMV desenvolverá actividades em dois desses segmentos, tratanto de uma parte das funcionalidades do sistema que equipará o centro intermédio de assistência às emergências (PSAP). Em Espanha, o centro ficará instalado na Direcção Geral de Tráfego (DGT), reencaminhando as chamadas para o correspondente centro regional de assistência às emergências (112), com base na sua localização geográfica. Além disso, a GMV providenciará um conjunto de dispositivos embarcados em veículos do projecto piloto, com capacidade para emitir chamadas eCall de forma manual ou automática.

A GMV também terá um importante papel na gestão de um dos quatro demonstradores que serão integrados no projecto espanhol (concretamente o que foi desenvolvido pela Comunidade de Madrid), coordenando as diferentes tarefas que tornarão possível equipar quatro veículos para testes, registar todas as informações geradas durante a campanha de testes e analisá-las de acordo com um padrão de prestações previamente definido.

Com este projecto, a GMV apresenta-se novamente como um agente-chave na área dos serviços telemáticos para automóveis, tanto no segmento embarcado como nas plataformas que permitem oferecer esses serviços, reafirmando ainda o seu apoio ao desenvolvimento de aplicações que contribuam para melhorar a segurança nas estradas.