Sistemas de calibragem de controlo da qualidade

O rendimento é supervisionado não apenas sob um ponto de vista de engenharia, utilizando dados seleccionados de funcionamento da plataforma (que cobre aspectos térmicos, eléctricos e mecânicos), mas também sob um ponto de vista científico, utilizando dados espectrais (para controlar as propriedades ópticas do instrumento) e, finalmente, para obter factores de correcção destinados a compensar a degradação do instrumento no processamento do nível 0 a 1, particularmente os dados de calibragem do voo.

O Controlo de Qualidade é um sistema independente que se encarrega do controlo sistemático da qualidade de qualquer produto gerado pelo Centro de Processamento.

Esta actividade requer um conhecimento especializado da definição, implementação e validação dos diferentes algoritmos de processamento; Uma compreensão da caracterização do instrumento e conhecimento dos principais parâmetros que afectam as prestações do sensor.

A GMV encarregou-se da implementação dos mecanismos de controlo da qualidade dos produtos SMOS, integrados no segmento terrestre de SMOS. Desenvolveu-se igualmente uma ferramenta para a realização de controlos automáticos da qualidade em produtos GOME-2 com o fim de avaliar a sua qualidade antes de serem entregues aos utilizadores.

A GMV colaborou com a ESA e alguns dos principais fornecedores em diferentes actividades de verificação em órbita durante a fase de colocação da missão em serviço, com o desenvolvimento de diferentes ferramentas para a realização dos ensaios requeridos à verificação das prestações do instrumento e dando assistência in situ para complementar a da ESA e a do contratante do instrumento no processo de utilização do IOV (GOME-2, GRAS).

A empresa também implementou os algoritmos de controlo de prestações e as ferramentas de análise para avaliação do rendimento de instrumentos GOME-2. A ferramenta recebe dados de calibragem processados e gera parâm