Navegació basada en GNSS

 A empresa tem uma experiência acumulada superior a 20 anos na ajuda à AENA para realização de operações aéreas baseadas em GNSS e suas aumentações (RAIM, SBAS, GBAS) por meio de:

  • Desdobramento de uma rede de receptores GNSS e detectores de interferências com GNSS (estes últimos desenvolvidos pela GMV) em alguns dos aeroportos mais importantes, para controlo do serviço de navegação por GNSS.
     
  • Equipamento de aviões de experimentação com um sistema embarcado de última geração (desenvolvido pela GMV), capaz de realizar a validação em voo de procedimentos RNP APCH (todos mínimos) e PA (GBAS), assim como a detecção de interferências GNSS.

Além disso, a GMV foi seleccionada pela Eurocontrol para conceber e desenvolver o serviço europeu de previsão GNSS e NOTAM, estando também a prestar actualmente a sua ajuda ao fornecedor europeu de serviços de satélite (ESSP) na manutenção do serviço operacional relacionado com EGNOS.

Como complemento dos seus conhecimentos de navegação baseada em GNSS, a GMV foi igualmente seleccionada pela Eurocontrol para fazer a manutenção e o desenvolvimento da ferramenta DEMETER (DME Tracer) que é referência na Europa para avaliar infra-estruturas VOR e DME.

Esta experiência, junto com a participação fundamental da GMV no desenvolvimento dos sistemas GNSS (p.ex. Galileu) e aumentações (p.ex. EGNOS, ARAIM) actuais e futuras, fazem da GMV um fornecedor de comprovada fiabilidade, muito solicitado para a implementação operacional de aplicações PBN.

Por último, a GMV soube aproveitar esta vasta experiência com o desenvolvimento de uma família de produtos de assistência para ANPS na vigilância de serviços de navegação GNSS (magicGEMINI), detecção de interferências com GNSS (srx-10i) e ensaios de voo APV SBAS (magicLPV) em qualquer região do mundo, utilizando o demonstrador para o sistema avançado de aumentação baseada em satélite (magicSBAS).