Concepção de hardware embarcado

A GMV trabalha há anos no desenvolvimento de hardware para Sistemas de Ajuda à Exploração de frotas (SAE) e para a Defesa.

Esta experiência foi-se transferindo gradualmente para o campo da aviónica, onde a GMV concebeu o sistema do hardware de apoio à missão desenvolvido para o helicóptero Dauphin, destinado à Secretaria Geral da Pesca Marítima (SGPM).Como expoente máximo cumpre destacar a participação no desenvolvimento do avião não tripulado táctico ATLANTE, em que a GMV é responsável pelo fornecimento de um elemento crítico de aviónica, ou seja, o computador de voo FCC (Flight Control Computer) e outros sistemas em terra:

  • O FCC é um dos equipamentos mais críticos do ATLANTE por ser responsável pela navegação, orientação e controlo do aparelho, tendo ainda a capacidade de abortar as suas missões. O desenvolvimento deste sistema envolveu a produção electrónica de placas, a concepção térmica e estrutural do sistema e a realização de exaustivos testes ambientais e de EMI, assim como o desenvolvimento de complexos sistemas de testes de hardware e de sistema.
     
  • A GMV é responsável também pela estação ATOL (Automatic Take-Off and Landing) do ATLANTE, situada na estação de controlo do avião (GCS) e que permite aumentar a precisão da navegação nas fases de aproximação para se conseguir a aterragem e a descolagem automática (ATOL).
     
  • A GMV é também responsável pelo desenvolvimento de uma ferramenta de linha de voo (GSE - Ground Support Element) para o RPAS ATLANTE: o Flight Test Computer (FTC) que permite analisar o estado do FCC e realizar diversas tarefas de manutenção e reconfiguração.