Automóvel autónomo

A condução autónoma representa não apenas o próximo passo na evolução da tecnologia, mas também um meio que acrescenta valor em vários aspectos, especialmente para o condutor. Os benefícios incluem descontracção, mais tempo disponível, melhor segurança, conforto e mobilidade melhoradas e mais eficientes, além da possibilidade de deslocação enquanto se reduz o impacto da mobilidade sobre o ambiente.

A condução autónoma fará da nossa mobilidade uma experiência mais confortável e aprazível, ajudando-nos a alcançar outros importantes objectivos: maior segurança em estrada, "visão zero" em acidentes rodoviários e tráfego mais fluido, bem como uma redução no consumo de combustível e emissões.

APLICAÇÕES

  • Traffic Jam Assistant: Os engarrafamentos são estressantes e envolvem um elevado risco de impactos e colisões entre veículos.  Na condução autónoma o condutor simplesmente deve carregar num botão para que o veículo se encarregue de rodar nesta tediosa situação. Travar, arrancar e manter uma adequada distância de segurança relativamente ao veículo da frente, são acções que se processam enquanto o condutor pode dedicar-se a outras tarefas.
  • Parking Companion: Esta aplicação permite a qualquer condutor estacionar comodamente em qualquer espaço. O veículo examina automaticamente a área de estacionamento para identificar um espaço adequado, ao mesmo tempo que se desloca, sugerindo posteriormente um espaço ao condutor.  Se o condutor aprovar, o veículo encarrega-se do resto: manobras, aceleração controlada e travagens até que se encontre perfeitamente estacionado.
  • Cruising Chauffeur: Os longos trajectos por auto-estrada podem ser algo mais descontraído. Uma vez activado, o veículo autocontrola-se e desloca-se pela auto-estrada ajustando a sua velocidade às condições do tráfico e às normas aplicáveis. O veículo mantém-se em segurança na sua faixa de rodagem e o condutor só necessita de assumir o controlo quando sair da auto-estrada, o que é anunciado pelo veículo com a devida antecedência.
  • "Garage Parking" Remoto: Esta aplicação facilita muito o estacionamento do veículo. Quando este se aproxima de uma garagem, os seus sensores identificam o percurso e a garagem. O condutor sai do veículo e passa-lhe o controlo da manobra. Tecnologia baseada em câmaras permite detectar a estrutura da garagem guiando automaticamente o veículo até que tenha ficado perfeitamente estacionado. O veículo fica então em modo seguro na sua posição final de estacionamento.

TECNOLOGIA DE PONTA

  • Dispositivos de posicionamento altamente preciso e com integridade: tecnologias inovadoras de posicionamento com alto grau de fusão de dados de diferentes sensores veiculares e baseadas em elementos diferenciadores como o serviço PPP (Precise Point Positioning), a utilização potencial do modelo ionosférico de Galileo e a contribuição de uma capa de integridade para analisar o grau de confiança associado às informações de posição proporcionadas pelo dispositivo. A utilização da capa de integridade é essencial: em aplicações safety-critical é mais importante conhecer a fiabilidade das informações do que a sua precisão.

Tecnologia de posicionamento concebida e orientada para a segurança baseada na integração de múltiplas fontes de informação (multi-constelação, múltiplas frequências de sinal e múltiplos sensores embarcados, incluindo cartografias), assim como serviços de alta precisão e fiabilidade.

  • Tecnologia que permite atribuir responsabilidades (Liability): A tecnologia do veículo autónomo permitirá a redução do número de acidentes e traduzir-se-á num incremento da segurança rodoviária. No entanto, quando há danos para as pessoas ou para os objectos, é necessário dispor de mecanismos apropriados que permitam atribuir responsabilidades. O veículo autónomo transfere para si próprio a responsabilidade da condução, sendo necessário que se adapte a este novo cenário. À medida que se adquirem maiores níveis na autonomia do veículo (3 e 4), as seguradoras analisam as novas linhas de responsabilidade que devem ser levadas em conta nas deslocações feitas em veículos autónomos.

A GMV trabalha há mais de 30 anos em soluções de autenticação e integridade da tecnologia de navegação por satélite, sendo um dos actores-chave na implementação dos serviços de autenticação de Galileo, que dão fiabilidade às informações do sinal de satélite utilizado a bordo do veículo, contribuindo para apurar responsabilidades nos eventos que ocorrem na condução autónoma.

INOVAÇÃO

  • Espera-se que a condução autónoma avance e possa incorporar novas aplicações; Graças à inovação, os veículos actuais irão gradualmente converter-se em veículos autónomos. A GMV trabalha há anos no desenvolvimento de diferentes soluções inovadoras que facilitem diversos níveis de autonomia.