AIS

Os requisitos estabelecidos pela IMO (Internacional Maritime Organization) estabeleceram que no ano 2004 todos os navios sob a nomenclatura SOLAS (Safety of Life At Sea) de tonelagem bruta igual ou superior a 300 toneladas com tráfego internacional devem ser equipados com estações móveis AIS (Automatic Identification System).

O sistema AIS é um meio para aumentar a segurança do tráfego marítimo mediante um fluxo de transmissão de dados. É também uma "caixa negra" em que na memória se armazenam dados relevantes sobre a navegação que vão certamente contribuir para o esclarecimento das causas de determinados problemas e, consequentemente, para a sua futura resolução.

A GMV implementa redes costeiras de estações com base AIS. Estes sistemas permitem receber, processar e distribuir a informação de localização que os barcos transmitem através dos seus terminais AIS segundo os requisitos estabelecidos pela Organização Marítima Internacional (IMO).

A solução da GMV é composta por estações base, dispositivos de apoio à navegação, transmissores em navios e centros de controlo. As suas funções incluem:

  • Apoio à navegação: leitura da posição, velocidade e direcção dos barcos; informação meteorológica; correcções DGPS; posicionamento de bóias e de outros apoios à navegação existentes.
     
  • Monitorização do tráfego desde os centros de controlo através da Internet.
     
  • Cumprimento de exigências da IMO e recomendações IALA.
     
  • A GMV é a empresa responsável pelas instalações das redes costeiras de estações com base AIS de Portos do Governo Regional das Ilhas Canárias em Espanha, bem como para as autoridades portuárias dos Açores e da Madeira, em Portugal.