Primeiros resultados do projecto ENABLE-S3 para automatização e sistemas de condução autónoma

No seguimento do primeiro ano do projeto, em fins de Maio, realizou-se a Assembleia Geral do ENABLE-S3 (European Initiative to Enable Validation for Highly Automated Safe and Secure Systems), em que se apresentaram os primeiros demonstradores, simuladores e vídeos daquilo que serão as plataformas definitivas deste projeto que prepara o caminho para a automatização de sistemas críticos.

Enable I

ENABLE-S3 é um projeto da Comissão Europeia adjudicado a um consórcio de parceiros de mais de 15 países e que tem como objetivo preparar o caminho para a rápida aplicação de sistemas de condução com um alto nível de automatização e com sistemas de condução autónoma nos âmbitos da mobilidade em estrada, mobilidade aerospacial, ferroviária e marítima, assim como no âmbito da saúde.

A GMV participa em dois casos de utilização, por um lado liderando o Traffic Jam Pilot with V2x, centrado na área automóvel, e por outro lado participando no Reconfigurable Video Processor for Space, liderado por Thales Alenia, com actividades centradas na área do espaço.

No caso de uso da auto-propulsão, as atividades da GMV darão lugar a um sistema-piloto com alto nível de automatização que incrementará a segurança do tráfego, reduzirá a congestão e melhorará os benefícios ambientais.

No âmbito do Espaço, a GMV aplicará as metodologias de ENABLE-S3 para validar um demonstrador tecnológico sob as condições extremas do espaço. Tal demonstrador será também resultado deste projecto e consistirá na utilização de FPGAs reconfiguráveis em voo para trocar implementações de navegação baseadas em visão segundo as características de cada fase de uma missão espacial. Ou seja, reutilizar o mesmo hardware economizando custos e carga.

Enable II

Os métodos virtuais de ensaio, a verificação e a seleção dos testes orientados para a cobertura que se empreenderá no ENABLE-S3, permitirão reduzir a um nível razoável as atividades e custos de validação, dando lugar a uma verificação e validação antecipadas.  O marco de validação resultante neste projeto garantirá a competitividade para a indústria europeia na corrida global dos sistemas de automatização.

Este encontro, que durou dois dias, serviu para revisão e auditoria do projeto, assim como para selecionar alguns dos desenvolvimentos que se apresentaram à Comissão Europeia em fins de Junho.

Enquanto participante no projecto, a GMV assistiu para participar nas diversas palestras em que se discutiram as dificuldades observadas neste primeiro ano do projecto nos processos colaborativos entre parceiros, assim como para definir as actividades que devem ser abordadas no âmbito do projeto. A GMV participou também nas sessões de trabalho (break-out session) correspondentes aos casos de utilização junto dos seus parceiros.

No encontro também se realizou uma jornada de exibição de demonstrações que permitiu mostrar trabalho e ideias, assim como o estado de outros casos de utilização.