A GMV esteve presente na nova edição do World ATM World Congress

A GMV aproveitou a sua participação na quarta edição do Congresso Mundial da Gestão do Tráfego Aéreo (World ATM Congress 2016), que decorreu de 8 a 10 de Março, em Madrid, para mostrar algumas das soluções e tecnologias que tem desenvolvido para o sector aeronáutico. O congresso, organizado pela Civil Air Navigation Services Organization (CANSO) em colaboração com a Air Traffic Control Association (ATCA) foi inaugurado pela Ministra do Fomento em funções, Ana Pastor, prevendo-se que conte com a presença de 7000 profissionais de 125 países e 225 empresas do sector aeronáutico.

O encontro, subordinado ao lema "Liderança, Mudança e Execução", juntará os principais gestores de navegação aérea do mundo e os líderes mundiais mais destacados no mundo da aviação e na comunidade aeronáutica internacional para se debaterem soluções sobre o cenário actual e sobre o futuro da indústria.

Paralelamente irá realizar-se uma exposição aberta ao público onde as empresas mostrarão as últimas tecnologias de controlo do tráfego aéreo e os produtos que estão a comercializar enquanto se realizam sessões de trabalho e conferências em torno da actividade, das mudanças e desafios nesse sector estratégico.

ATM I

Ao longo da última década, a GMV envidou um importante esforço de I+D+i no sector aeronáutico, o qual se traduziu numa variada e completa série de desenvolvimentos e aplicações na área da gestão do tráfego aéreo, particularmente na aplicação da navegação por satélite (GNSS) à navegação aérea baseada em prestações (Performance Based Navigation) e às operações de aproximação exacta.

Entre os sistemas que desenvolveu a GMV para apoiar as aproximações de precisão, destaca-se o emil, um sistema automático para a inspecção em terra dos sistemas ILS (Instrument Landing System) e VOR (VHF Omnidirectional Range), ajudas de rádio que permitem às aeronaves a aterragem e voo em rota, respectivamente. Diversos aeroportos da ENAIRE, incluindo os aeroportos de Barajas e de El Prat, já estão a utilizar este sistema, o que lhes permite poupar consideravelmente nos custos de calibragem dessas ajudas de rádio.

Entre as ferramentas de apoio à navegação baseada em prestações, e dentro da família de produtos magic, a GMV mostrará o magicGEMINI, ferramenta de monitorização dos serviços de navegação baseados em GNSS, actualmente utilizada (entre outros) pela PANSA (fornecedor de serviços de navegação aérea na Polónia); O magicIFP, aplicação web que permite realizar a validação em terra e em voo de procedimentos de aproximação baseados num sistema de aumentação SBAS (Space Based Augmentation System), e o sistema magicLPV, que permite realizar ensaios em voo para demonstrar os referidos benefícios a pilotos e companhias aéreas.

Por último, o srx-10i, instalado actualmente nos aeroportos espanhóis e que consiste num detector de interferências (incluindo as intencionalmente provocadas) que permite a qualquer aeroporto garantir a fiabilidade e a segurança das aproximações de qualquer aeronave, com base em GNSS.